Museu da paisagem

More views

Museu da paisagem

Atlas Suzane Daveau

20,57 €

Atlas Suzane Daveau

More info

© 2021, Duarte Belo, Madalena Vidigal, Suzanne Daveau e Museu da Paisagem
Título: Atlas Suzane Daveau
Texto: Duarte Belo e Madalena Vidigal
Fotografias: Suzanne Daveau e Léon Robert
1ª edição: Fevereiro de 2021
ISBN: 978-989-54497-4-3
320 páginas
150 x 200 mm

..........................................


A viagem de Suzanne Daveau começa em Paris, em 1925. É nessa cidade que, onze anos mais tarde, tira as primeiras fotografias. Seguia a prática do seu avô, e a sensibilidade de sua mãe. Os Alpes vão ser um destino frequente nas férias de juventude. Não desperdiça a oportunidade de ir trabalhar em África, na universidade de Dakar. Das mais altas montanhas da Europa para a orla do mais tórrido deserto. O seu amor por Orlando Ribeiro trá-la a Portugal. Aqui permanece. A vivacidade do seu olhar é a de uma mulher de uma inabalável determinação e curiosidade pelo conhecimento do mundo. O seu rosto, hoje, é o mapa que foi desenhando ao longo de décadas, ou o atlas, condensado, de uma singular beleza.

Este Atlas Suzanne Daveau constitui, com a reedição de O Ambiente Geografico Natural, um díptico que faz uma introdução sumária ao pensamento geográ co de Suzanne Daveau. São as suas palavras e as suas imagens destinadas a um público generalista. Do seu trabalho científico vasto, deixamos esta introdução geografica ao planeta que habitamos. É uma visão clarividente, lúcida e fascinante no seu poder de síntese.
..........................................

Sobra a autora:
Suzanne Daveau (1925) começou pelo ensino primário, mas seria quase toda a vida Professora Universitária em Besançon, Dakar, Reims e Lisboa. Investigou em temas variados como Geomorfologia e Climatologia, Geografia Histórica e Regional, História da Geografia e Cartografia. A partir de 1965 colaborou estreitamente com Orlando Ribeiro (1911-1997).
Entre as suas obras destacam-se Les Régions Frontalières de la Montagne Jurassienne (tese de doutoramento, 1959), O Ambiente Geográfico Natural (1970, 5a ed., 2019), La Zone Intertropicale Humide (com O. Ribeiro, 1973), Distribuição e Ritmo de Precipitação em Portugal (1977), Portugal, o Sabor da Terra (com J. Mattoso e D. Belo, 1998, 2a ed., 2010) e Um Antigo Mapa Corográfico de Portugal (2010).
..........................................

A Editora Museu da Paisagem (MdP) dedica-se aos temas da paisagem, território e espaço português. O plano editorial da MdP procura trazer diferentes perspectivas e reflexões sobre a paisagem que contri- buam para a formação de novos públicos, novos leitores e novos visitantes de paisagem. O seu catálogo propõe um amplo leque de abordagens, desde guias de viagem, ensaios, álbuns fotográficos, ca- tálogos, ficção, projetos artísticos, divulgação científica e álbuns ilustrados. A Paisagem é o elemento comum a todas as obras. O plano editorial do Museu da Paisagem teve início em março de 2019, começando por lançar um guia de viagem e leitura de paisagens do Território Tejo (bacia hidrográfica do Tejo português) e um manual de exploração de paisagem para leitores mais jovens, com o título “O que há neste lugar?”. Em março de 2020 inicia uma programação mais regular, com a publicação de uma trilogia de viagens pelo território português. “Caminhar Oblíquo”, da autoria de Duarte Belo, é a primeira obra editada desta trilogia, que nos relata, através de texto e fotografia, uma caminhada solitária de 530 km pela linha montanhosa entre Penedo Durão e o Cabo da Roca.

30 produtos relacionados

SUGESTÕES

É bom conhecer a sua opinião. Envie-nos as suas ideias e sugestões, para podermos melhorar. Obrigado! ;)

VOUCHER DE OFERTA

Escolha o produto ou valor que pretende e nós enviamos o voucher para quem lhe é especial.

Encomendar

QUER TER A SUA LOJA ANDAVER?

Diga-nos qual a cidade onde quer abrir a sua loja e entraremos em contacto.

Contactar

                                                                                                        

AndaVer Portugal (c). Todos os direitos reservados